O museu Van Gogh em Amsterdã

Neste postal: na primeira vez não deu. E foi até melhor assim, sabe?

vangogh

Dessa segunda vez eu finalmente achei esse nome lindão (ele fica bem próximo do Museu) e estava toda serelepe pra tirar a famosa foto com ele. Mas havia um mundo de gente no meio do caminho, como dizia o poema… Foto: Camila Marquim.

Quando a gente viaja tem coisas que a gente faz só porque são muito famosas, mas não há um real interesse da nossa parte no assunto em questão. Deu pra entender?

vangogh

… E eis o que me restou da famosa foto: eu e um M. Kakakaka Foto: meu amigo Vavs.

Tipo: eu gosto de museu, mas museu de arte (principalmente arte contemporânea) não é algo que eu tenha um real interesse na minha vida cotidiana. Então se eu for numa cidade que tem um famoso museu de arte contemporânea eu até vou ir, mas só porque é um lugar super famoso tipo parada-obrigatória. Eu até vou gostar provavelmente, mas eu não vou curtiiiir!

E na primeira vez que estive em Amsterdã eu não curtia muito e acabou que não deu tempo de ir no Museu Van Gogh. Agora nessa segunda vez era um lugar que eu queria ir porque eu tive 1 aula sobre os pintores impressionistas e eu sacava muuuito mais do assunto. Então eu curtiria muito mais o museu. E foi o caso!

A história de Van Gogh

vangogh

Van Gogh, Albane e eu. Foto: Camila Marquim.

Tinha 2 quadros que eu queria muito ver, mas fora sua obra eu acho que o museu conta muito bem a história de Van Gogh. Sem muito enfeitar, o cara era totalmente meio louco com episódios dignos de roteiro de filme, o museu conta de forma interessante sua vida.

Um dos pontos que mais me chamaram atenção era a relação com o seu irmão, Theo, de quem ele era bem próximo. E outra coisa que eu achei interessante: Van Gogh morre sem filhos, Theo morre logo em seguida e será o sobrinho de Van Gogh que vai gerenciar (e lucrar) com as obras do tio que morreu quando ele era ainda um bebê. E eu fiquei me perguntando: tem gente que realmente tem sorte financeira na vida, né?! O cara nasce sobrinho de Van Gogh e pronto: cabou-se problema financeiro!

“- E as obras, Camila?”

vangogh

Uma das entradas do Museu Van Gogh. Foto: Camila Marquim.

Bem, as obras que mais me chamaram atenção foram:

 - o quadro de flores que Van Gogh pinta pelo nascimento de seu sobrinho. É de uma delicadeza… É lindo!

- os girassóis no vaso. Não achei ele especialmente belo, mas era tanta expectativa que ele me marcou

- o quadro dos comedores de batata. Quando você vai lendo a estória de Van Gogh fica bem claro que ele colocou muitas expectativas nesse quadro. E ele é bem interessante mesmo.

- o quarto.

- os auto-retratos de Van Gogh.

Você pode gostar...