As comidas bizarras francesas – o meu top 5!

Neste postal: as comidinhas francesas que tem ingredientes, digamos, pitorescos. 

A alta gastronomia está recheada de pratos com nomes complicados que se você soubesse do que são feitos… Vem pro outro lado da cozinha ver essas iguarias, vem!

Aprendi algumas coisas na prática e outras numa aula sobre culinária francesa bizarra. Isso mesmo, minha professora resolveu dar nomes, ingredientes e modo de preparo aos bois. Vamos ao meu top 5 comidas bizarras francesas.

Atenção: longe de criticar e achar que nós é que comemos as coisas ‘certas’ a ideia é de mostrar como o mundo, inclusive o gastronômico, é grande e tem espaço pra outras formas de comer.

5º lugar: Cavalo

Os franceses comem não só cavalos como outros bichinhos que nós brasileiros não estamos acostumados. O cavalo, dizem eles, é bom pra quem está de dieta por ser uma carne magra. Existem boutiques especialzadas na carne de cavalo, como se fosse um “açougueiro de cavalo”.

A conta não ficou só com os cavalos. Há uma série de animaizinhos de floresta (que não tem muito no Brasil porque nossas florestas são tropicais) que podem ir pra panela: coelhos, faisões, pombos, lebres…

4º lugar: Patas de sapo.

As patinhas de sapo. Foto: Commons Wikimedia /Anagoria

As patinhas de sapo. Foto: Commons Wikimedia /Anagoria

Elas são bem comuns pela França. Em Paris então, nem se fala! Em um descomprimissado paseio pelo Quatier Latin, você facilmente vai encontrar as “cuisses de grenouille”. Elas geralmente são servidas como entrada.

3º lugar: Boudin

Boudin é uma espécie de linguiça. Até aí, tudo bem. O problema é o recheio dela: sangue de porco. De acompanhamento, batatas. Servidos?

2º lugar: Foie Gras

Esse nome tem poder: é um dos ‘pratos’ mais tradicionais na França e que pode atingir preços astronômicos. O ‘fois gras’ nada mais é do que um paté feito com o fígado de pato ou outra ave. Embora o tal do fígado não seja unanimidade, se você gosta de fígado, provavelmente vai achar gostoso o paté.

O paté do fígado do pato/ganso pode ser servido com geléias ou figos. Foto: Commons Wikimedia/ Nikodem Nijaki

O paté do fígado do pato/ganso pode ser servido com geléias ou figos. Foto: Commons Wikimedia/ Nikodem Nijaki

A ‘bizarrice’ do fois gras não está na comida em si, mas no modo de preparo. O pato é forçado a se alimentar para que seu fígado cresça. Muitas entidades protetoras de animais condenam a forma como o fois gras é feito e ele é proibido em alguns países.

Os franceses adoram e costumam consumi-lo especialmente no Natal. Em sua defesa, dizem que não foram eles que inventaram a comida (há desenhos no Egito Antigo em que já se via os tadinhos dos patos com um cone em torno do pescoço pra forçar a alimentação). O que acompanha um fois gras? Ele pode ser acompanhado de uma geléia de frutas e pão, pode ser servido com figos ou ele pode ir no topo de um medalhão de filé.

1º lugar: Escargot

O escargot nada mais é do que uma lesma. Isso mesmo, um tipo de caracol. Eles costumam viver em florestas, jardins. Eu nunca provei, mas dizem que o gostoso em si não é o escargot, mas o molho com o qual ele geralmente é servido.

Quer tirar a prova dos 9?!

Olha elas aí: as lesminhas com o molhinho que, dizem, é uma delícia! Foto: Commons Wikimedia/ eatingeast

Olha elas aí: as lesminhas com o molhinho que, dizem, é uma delícia! Foto: Commons Wikimedia/ eatingeast

Eu acho que tem a ver com essa coisa de muitas guerras, muitas privações essa coisa de franceses comerem quase tudo que se mexe. Há episódios em que guerras civis eram longas e Paris ficava cercada, isolada e aí sobrava até pros animais de zoológico. Vai uma sopinha de elefante, aí?!

Dessas todas, eu só experimentei o fois gras. Vou dizer pra vocês: não achei muita graça. Não é ruim, mas também não achei delicioso. As patinhas de sapo e as lesminhas estão na lista de coisinhas à provar. Algum dia. Kakakaka

E você, concorda com meu top 5 ou muda a ordem dos pratos?! Tem outro que não mencionei e quer incluir na lista? Escreve pra mim nos comentários, então! ;)

 

 

Você pode gostar...

4 Resultados

  1. Methos disse:

    Atrasado mental. Típico de brasileirinho burro dizer que coelho é um prato estranho ou que escargot é uma lesma

    • camila disse:

      Olá, Methos.

      Primeiramente não é burrice, é uma opinião. ;)
      Para minha cultura, comer coelhos não é um hábito. Então me sinto no direito de dizer que é “estranho”.
      Sobre os escargots, deixo esse artigo: http://revistagalileu.globo.com/Revista/Galileu/0,,EDG86880-7946-214,00-O+ESCARGOT+E+MUITO+DIFERENTE+DOS+CARAMUJOS+POSSO+COMELOS.html

      De gente mal educada que xinga os outros gratuitamente como você o mundo já está cheio.
      Então favor nem se dar ao trabalho de responder.

  2. Virlliam Chaves disse:

    Aqui no meu quintal eh cheio de lesma, se um dia vc vier por aqui, a gente pode sair para caça-los. Eu ja comi essa “gostosura”, nao os do meu quintal, comi quando tava na facu em Orlando e odiei. O Foie Gras, comi ai quando tava com vcs, gostei!!! Mas prefiro muito mais uma picanha. Agora o mais exotico foi ter comido Canguru e dizem que eh uma carne muito boa, sem colesterol… Gostei! Mais ainda prefiro uma boa picanha.

  1. 13 de novembro de 2014

    […] só de comidas diferentes vive a França. Não sabe do que tô falando?! Vem aqui ver meu Top 5 comidas bizarras francesas. Falando nisso… Update: comi o escargot e vou te contar… Não é ruim […]