Lagoa de Jacumã.

A Lagoa de Jacumã é espetacular. Amei aquele lugar, foi uma das gratas surpresas do meu fim de ano! O acesso não é dos mais fáceis, não há indicações de onde fica a lagoa. Vou tentar explicar como lá chegamos e depois conto o que tem por lá.

lagoa jacumã

A paradisíaca Lagoa de Jacumã no Rio Grande do Norte. Foto: naViagemcomcaCamila.

Chegando à Lagoa:

• Se você tem GPS…

ótimo! Meio caminho andado, como se diz por aqui. Você coloca Jacumã (a lagoa não existe no mapa) e vai em direção ao lugar que você selecionou. Quando chegar em Muriú, a praia antes de Jacumã, comece a ficar ligado. Você passa uma feirinha e pouco depois vai ver uma estrada de terra vermelha na sua direita. Entre nela. Se você for no verão provavelmente encontrará uma fila de carros lá e umas coisas desenhadas no chão. Essas coisas desenhadas são: “lagoa”, “2km”.

caminho jacumã

Na Lagoa de Jacumã é assim: tudo bem ‘rústico’. Por isso umas fotos pra você visualizar o caminho. ;) Foto: naViagemcomCamila.

• Se você não tem GPS…

Vixe, ferrou! Vou tentar te explicar como chegar. Se eu disser besteira me corrijam. Li na net que era só pegar a BR 101 e depois a RN 160. Pegar a BR 101 até é fácil, o problema é que não vi nenhuma placa da RN 160. Então vamos fazer assim: pegue a BR 101 em direção ao norte. Siga as placas em direção à Ceará-Mirim, mas ATENÇÃO você não vai entrar na cidade, vai só passar na entrada. Quando você está lá pelo caminho de Ceará-mirim vão começar a aparecer as placas para Muriú e Jacumã (a praia e não a lagoa, mas não tem problema) siga elas.

Quando você entrar em direção à Muriú fique atento após a feirinha de Muriú que na sua direita estará uma estrada de terra vermelha. Entre nela.

  • Outra opção:

Pegue as placas que indicam o caminho de Genipabu, vai haver uma hora em que você vai optar entre seguir para Genipabu e subir mais com as placas com a indicação de ‘litoral norte’. Pegue esta rota e siga em frente até começarem a aparecer as placas que indicam Muriú e Jacumã.

  • “Outra outra” opção:

Tem ainda uma outra possibilidade ainda mais simples: pegue um passeio de buggy. Quase todos eles levam você à lagoa (e também à outro lugares legais). Só tem um porém: custam beeem caro, algo em torno de R$ 250 reais na alta estação (capacidade máxima: 4 pessoas e dura o dia todo).

Seguindo as marcações do chão (não tem placa, lembre-se) e o fluxo você vai chegar à lagoa. Se seu carro é baixo o melhor é deixar um pouco antes do estacionamento porque tem um areal onde seu carrinho pode atolar. Don’t worry que você anda pouco e voilá…. Chegou à paradisíaca Lagoa de Jacumã!

A Lagoa.

jacumã

A visão da parte de cima da Lagoa. Massa, né não?! Foto: naViagemcomCamila.

Bem, mas voltemos à lagoaaa! O local é mara! A atração do local é definitivamente o aerobunda, um dos mais famosos da região. O aerobunda, pra você que não está ligando o nome à pessoa, é uma espécie de tirolesa que termina com você mergulhando na lagoa. No lugar daqueles equipamentos de tirolesa há uma cadeirinha na qual você senta e vaaaaaiiii simboraaaaaa.

dunas jacumã

Reparem na vista que se tem de cima das dunas. Lindo! Foto: naViagemcomCamila.

Relaxe que o troço é seguro. Se você acessa a lagoa por baixo (caso de quem vai de carro) tem uma escadinha (prepara o fôlego) que te leva até a parte de cima da duna. Quem vai de buggy já desce direto lá em cima.

O pessoal diz que é o único passeio que você vai de avião, e na volta vem de navio e trem. Isso porque quando você cai na lagoa (avião) tem a possibilidade de uma jangada te pegar e levar para um carrinho (que eles chamam de trem bala) que sobe a duna novamente, ou seja, esforço zero. O slogan é óteeeemo, né não?! 3 meios de transporte nas dunas de Jacumã!!! Kakakakaka

Aí compramos o tíquete (custa R$ 10 reais e estão inclusos todos os meios de transporte) e como só estávamos eu e meu namorado um ficou de descer primeiro e o outro tirava as fotos (tem também a possibilidade de eles te darem as fotos que eles tiram, não usei o serviço, mas ouvi algo como R$ 7 reais para você ficar com todas as fotos da sua descida) e segurava as tralhas da gente.

Fiquei naquela tensão de descer e o impacto da queda levar meu biquíni pro fundo da lagoa, mas meninas, traquilizem-se, é super tranquilo e não tem perigo de nada ficar fora do lugar. ;) Aí lá desço eu.

descida jacumã

… E láááá vou eu!

Vejam que tem um cara tirando fotos e o outro é o da jangada (que me recusou caronaaaa). Foto: naViagemcomCamila.

Vejam que tem um cara tirando fotos e o outro é o da jangada (que me recusou caronaaaa). Foto: naViagemcomCamila.

É suuuuuper gostosa a queda e apesar da altura ser considerável a vista é tão legal que você nem sente medo. Dei meu tchibun na água e lá vou toda serelepe chamar o cara da jangada que supostamente me levaria para o trem. O cara me pergunta:

- Você veio de buggy?

- Não, disse eu.

- Então se levante e ande até o trem. É raso aqui.

Fiquei arrasada!!! Como assim??? E os 3 meios de transporte, seu moço??? Enfim… Levantei, enfiei o pé naquela gosmenta lama do fundo da lagoa e lá fui andar para pegar o trem para subir a duna. Recomendo que você minta pro cara da jangada caso não vá de buggy para poder andar de jangada, afinal eles prometem isso lá em cima, oras!

Afora minha frustração de não andar de jangada, a descida foi ótima! Mas melhor ainda é a subida de trem. Reparem na engenhosidade do equipamento que nos leva pro topo da duna. Adorrrei!

É muita tecnologiaaaaa. :D. Foto: naViagemcomCamila.

É muita tecnologiaaaaa. :D. Foto: naViagemcomCamila.

Se você tem medo de descer na cadeirinha tem outra opção e lazer pra tu: uma espécie de tobogã que eles montaram lá na duna. Que achas?! Esse também custa R$ 10 reais e não tem a jangada envolvida, mas pode subir de trem bala.

Onde comer?

Tem barracas que servem petiscos e refeições, tudo um pouco mais caro que o normal, mas plenamente acessível para os ricos de saúde (e pobres de $$$). Caranguejo, por exemplo, custa R$ 5,00, e tem uns espetinhos que saem bastante, embora não sejam nenhuma Brastemp. Elas ficam tanto no topo da duna quanto na parte debaixo.

Quando descemos a duna no aerobunda ficamos numa barraca lá embaixo curtindo a paisagem e o banho de lagoa, foi super agradável. Só saímos quando o sol já estava se pondo.

Se você sair cedinho de Natal para a lagoa deve dar tempo de ir à outra lagoa, a de Pitangui. Dizem que lá o esquema é de barracas dentro da lagoa e tem uma cachoeira para banho além da própria lagoa.

E segue o passeio em Natal na próxima semana, meu povo!

Até lá!

Atualização: para conferir todos os passeios em Natal vai clicando aí embaixo:

A Natal dos forte, tubarões e artesanato.

A Natal com ou se emoção dos camelos e esquibunda.

A Natal do vento, caju e encontro do rio com o mar.

Você pode gostar...

12 Resultados

  1. Olá, Não tem cachoeira na lagoa de pitangui, são lugares distintos. Tem a lagoa de pitangui e a cachoeirinha de pitangui. abraços.

  2. Bianca disse:

    Fica perto de ponta negra? Ou longe?

  3. Spina disse:

    Te amo!!!Vc me salvou!!!estou fazendo um trabalho de geografia sobre RN e não estávamos achando a Praia!!

    • camila disse:

      Lucas,

      Sabe quando você não espera algo e dá um monte de gargalhadas? Fui eu quando vi teu recadinho fofo. Kakakaka
      Agora seu trabalho de Geografia ficou nos trinques! ;)
      Um cheiro!

  4. kkkkkk adorei o nome “aerobunda” !!! kkkkk
    Morro de vontade de me jogar em um desses negócios !! rsrs

  1. 21 de janeiro de 2013

    [...] A Natal da Lagoa de Jacumã. [...]

  2. 21 de janeiro de 2013

    [...] A Natal da Lagoa de Jacumã. [...]

  3. 21 de janeiro de 2013

    [...] A Natal da Lagoa de Jacumã. [...]

  4. 10 de junho de 2013

    […] Lagoa de Jacumã […]