Engenho Poço Comprido (Vicência)

Você pode gostar...

20 Resultados

  1. Olinto Mendes de Sá disse:

    Olá Camila!
    O tronco que voce pensava tratar-se de um pelourinho não era para amarrar cavalos. Trata-se de um pelourinho mesmo e é original do seculo 18. Ele está pequeno devido ao desgaste de sua base que fica enterrada, era bem mais alto… Este é conhecido como pelourinho cabeça de diamante. Carece de confirmação. Tive este conhecimento através de um funcionário do IPHAN que nos assessorou durante as filmagens neste local.

    • camila disse:

      Olinto,

      obrigadíssima pela informação! Esse ‘pedaço de tronco’ é uma polêmica sem fim pra mim. Uns dizem uma coisa, outros dizem outra. kakakakak
      Mas se foi alguém do Iphan, tô mais pra acreitar nessa versão.

      Abração!

  2. Aline disse:

    Oi Camila, tudo bem? Você ligou para reservar horário para visitar o Engenho Poço Comprido? Não estou conseguindo ligar para eles. Queria visitar num sábado, mas tenho receio de não ter visitação nesse dia. Abraços!

    • camila disse:

      Oi, Aline!

      Não consegui reservar, foi tudo bem no improviso e na aventura, infelizmente o local não tem uma estrutura pra atender turistas. Ou pelo menos não tinha na época que fui.

      Abraços.

  3. Wellington Carlini disse:

    Outro engenho que voce deve ir conhecer e o Laje Bonita, lá vc vai ver como se extrai o caldo da cana, faz rapadura e cachaça artesanal, o engenho ainda funciona no estilo antigo, como é chamado engenho velho.

  4. Wellington Carlini disse:

    Camila! Boa tarde; voce precisa ir conhecer o engenho Gaipió, a casa grande de lá é o maximo, fica no municipio de Ipojuca só que é mais perto vc ir pela Cidade de Escada.

  5. Manoel Júlio disse:

    Oi Camila gostei quando voce veio conhecer poço comprido pois é na minha cidade.Acho que voce faltou conhecer o engenho de Jundiá,e a serrinha de Jundiá que é um lugar muito legal.Na serrinha de jundiá vai ter torneio de asa delta em setembro,gostaria que voce vinhece conhecer beijos….

    • camila disse:

      Manoel!

      O Jundiá é um que fica depois do Poço Comprido? Eu me lembro que tinha um alguns quilômetros depois dele, mas foi tão corrido que nem deu tempo. 🙁
      Na próxima oportunidade que tiver vou sim conhecer a Serra e quem sabe dar umas voltinhas de asa delta! Adoooro!
      Beijo!

  6. Paulo Pimenta de Jesus disse:

    Falta organização em termos gerais, não tem horário para o almoço e jantar, o proprietário senta-se a mesa com os hospedes, o que está errado, serve-se primeiro,a manteiga e colocada à mesa como vem do supermercado- no pote- pela manhã não tem queijo muito menos a noite, presunto e mussarela nem no sonho, biscoito só salgado e já sem gosto, lanche a tarde só língua com dente, o pão quando não vinha torrado era dormido e amassado, Maria cozinha muito bem, nos tratou muito bem, mas profissional sem ferramenta de trabalho de primeira fica difícil de mostrar seu potencial, mais ela com bastante esforço ainda consegue parabéns. Maria você é 10. O proprietário não pode ver a gente sair de carro para tomar um sorvete, um refrigerante, comer uma pipoca, que ele já se oferece tirando a privacidade do hóspede. Quanto as ofertas de lazer, ordenha não tem, banho nas éguas não tem, pomar não existe, plantação de macaxeira pior, oferecer milho para as aves não te, agora você quer ver o que tem? sapo em grande quantidade até nos quartos e no banheiro comunitário, a noite a gente tem medo de levantar e pisar nos sapos. Uma coisa que mim chocou é que quando sai um hóspede ele fica fazendo criticas e falando mal é horrível e desanimador. No site há ofertas do que não existe, não indicarei para ninguém. Onde já se viu bater na porta do quarto para perturbar o descanso dos hóspedes? fala serio.

    • Oi, Paulo.

      Acho que você se confundiu. O Engenho do Poço Comprido NÃO É UM HOTEL FAZENDA/POUSADA. É um conjunto de prédios tombado que hoje é local de visitação. Talvez você tenha ficado em um outro estabelecimento, perto do engenho, que oferecia passeios até o engenho. Reitero: não é o Engenho ao qual me refiro no post. Procura o site desse estabelecimento pra colocar suas impressões sobre o lugar porque elas são importantes para quem quiser se informar.

      Abraço.

      • Paulo Pimenta de Jesus disse:

        Camila o comentário que fiz foi sobre o engenho Iguapé o qual conheço e sei que serve como hospedaria, também conheço o poço comprido e realmente bonito e fiz um comentário dizendo que a Capela e a Casa Grande esta ´bem conservada já uma parte que fica em frente a Casa Grande esta necessitando de uma reforma urgente tendo em vista que o engenho não se restringe apenas a casa grande. Camila o comentário que fiz sobre o engenho poço comprido esta no jornal do comercio de pernambuco, por gentileza procure para acabar com o equivoco.com data de 25.03.2014. ´Tenho bastante admiração pelos engenhos tendo em vista que eles guardam historias fantásticas que jamais devem serem esquecidas.

  7. fernanda maria da silva disse:

    Gostei muito dos seus posts, tive a oportunidade de conhecer também o lugar e fiquei encantada, mas só uma ratificação aquilo não era um pelourinho ñ, era usado pra amarrar os cavalos quando chegava alguém na casa, por isso vc ficou decepcionada os pelourinhos eram realmente maiores. Valeu.

    Abraçoss…

    • Fernanda, que otimo seu feedback. Legal vc ler e fazer a retificacao da informacao. Vou ajeitar la agora mesmo. Muito obrigada!!

      Ah, em breve tem mais engenho por aqui, viu? Vou mostrar um outro q fui ver semana passada.

  8. Ai, tb adoro lugares históricos !!!!

  1. 16 de abril de 2013

    […] Engenho Poço Comprido […]

  2. 25 de abril de 2013

    […] Atualização: já contei t-o-d-a-s as aventuras e descobertas do Engenho Poço Comprido, clica aqui pra ver ó. […]

Fala aí

%d blogueiros gostam disto: